Tag Archive | "Mangueira"

mangueira2018c

O que vi na Sapucaí

por Daniel Botelho, jornalista Os desfiles de domingo e segunda-feira credenciaram duas escolas à disputa pelo campeonato de 2018: Mangueira, a melhor escola de domingo, e Salgueiro, a melhor da segunda-feira, despontam como as favoritas ao título e prometem brigar pela taça décimo a décimo. A atual campeã, Portela, em mais um trabalho refinado da […]

Leia o texto completo

Postado em ConvidadosComments (2)

tuiuti2018

Mangueira entra no páreo pelo título e Tuiuti faz crítica histórica

Em um bom primeiro dia de desfiles do Grupo Especial do Rio de Janeiro, a Mangueira se credenciou à briga pelo título, enquanto o Paraíso do Tuiuti foi a mais agradável surpresa dos últimos anos na elite do carnaval carioca. Vamos às análises dos desfiles de domingo: IMPÉRIO SERRANO – A Verde e Branco da […]

Leia o texto completo

Postado em SabinadasComments (0)

fotomangueira2018

A volta da crítica aos desfiles

Faz muito tempo que não escrevo sobre as escolas de samba do Rio e confesso que bateu aquela saudade. E, agora que estou de férias no trabalho, finalmente vou conseguir bolar um texto aqui. Pois bem, é com bastante alegria que escrevo as linhas abaixo. É claro que os contextos políticos do país e da […]

Leia o texto completo

Postado em SabinadasComments (7)

portela2017desfile

E a capital do samba ainda é Madureira…

“…em Paquetá tem flores, ilha dos meus amores…” São versos do samba enredo “Rio, Samba, Amor e Tradição”, o último composto pela dupla João Nogueira e Paulo César Nogueira para o Condor do Campinho, já no Grupo 1, em 1989. Quase trinta anos depois e… a capital do samba voltou a ser Madureira. Exceção feita […]

Leia o texto completo

Postado em Carnaval por Esporte

portela2017desfile

O melhor e o pior do Carnaval no mesmo dia

28 de fevereiro de 2017.  O dia em que vimos o que os desfiles das escolas de samba têm de melhor e de pior. Logo nos primeiros minutos de terça-feira, a gloriosa Mocidade Independente de Padre Miguel voltou a arrancar um sorriso orgulhoso de seus torcedores numa ótima apresentação com o enredo sobre Marrocos. Depois […]

Leia o texto completo

Postado em Sabinadas

imperioserrano1982

1982: Bumbum, paticumbum, prugurundum ecoa no ar e Império contagia a Sapucaí

O não-rebaixamento de nenhuma escola no Carnaval anterior fez com que o Grupo 1A de 1982 tivesse 12 agremiações, o que não acontecia desde 1977. Em tempos nos quais não havia preocupações com desfiles à luz do dia, a expectativa mais uma vez era a de uma cansativa, mas feliz maratona de apresentações. Uma mudança no […]

Leia o texto completo

Postado em Primórdios do Sambódromo

20170228_020358

Notas sobre a segunda noite de desfiles do Grupo Especial do Rio

Terminou mais uma maratona de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro. Uma noite com bons momentos, mas que infelizmente ficou marcada por um grave acidente com a segunda alegoria da Unidos da Tijuca. Somando-se ao incidente com o carro da Paraíso do Tuiuti no domingo e à queda de […]

Leia o texto completo

Postado em Sabinadas

imperatriz1981b

1981: Só deu o imortal Lalá e a Imperatriz Leopoldinense brilhou no palco iluminado

Depois de um excelente desfile em 1980, as expectativas para o Carnaval de 1981 eram muito grandes. Isso porque as agremiações voltariam a apresentar enredos e sambas de excelente qualidade. Além disso, o regulamento, que foi bastante confuso no ano anterior, resultando num tríplice empate na primeira posição e numa outra igualdade tripla no segundo lugar, […]

Leia o texto completo

Postado em Primórdios do Sambódromo

20160209_012517

Os Esquentas das Escolas do Especial – Segunda-Feira

Continuando o passeio sobre os sambas de esquenta, hoje chegamos a segunda-feira de desfiles, dia em que estão concentrados alguns sambas de fama muito além do carnaval. O texto de hoje será ligeiramente mais longo, pois duas dessas seis escolas desse dia tem três sambas de esquenta. Mais uma vez, seguimos na ordem de desfile. […]

Leia o texto completo

Postado em Made in USA

beijaflor1978a

1978 – Beija-Flor baila no ar, entoa um canto de alegria e leva o tricampeonato

Os desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro encontraram um novo – e que viria a ser definitivo – local em 1978. Próxima à então fábrica da Brahma, a Rua Marquês de Sapucaí foi o local escolhido para a montagem das arquibancadas tubulares e camarotes. Para este primeiro ano, o resultado não foi […]

Leia o texto completo

Postado em Primórdios do Sambódromo

Visitas

Facebook