Eis que Leandro Vieira fez mais uma das suas..

Mês passado a Mangueira anunciou seu enredo com o título “A verdade vos fará livre”, um enredo falando sobre a volta de Jesus Cristo e como seria essa volta em um mundo cada vez mais intolerante.

É mais um enredo fantástico de Leandro. O carnavalesco transformou a verde e rosa em foco de resistência cultural no momento em que a arte cada vez mais é deixada de lado e tratada como algo menor. Leandro parece entender a sua importância atual não só para o carnaval, que passa por uma fase turbulenta moral e financeira, como importância para o país.

Em tempos de ódio, de uma tentativa de esmagamento das minorias Leandro se torna porta voz dos excluídos. Sinceramente ando muito desanimado com carnaval e uma das poucas coisas que ainda me atraem nele é Leandro Vieira. A promessa é de mais um grande enredo e por consequência um grande samba. Dessa forma a Mangueira vai se tornando a principal protagonista do carnaval carioca.

Gosto do diferente, da ousadia. Ousadia do jovem Leandro Vieira, ousadia do experiente Laíla que surpreendeu anunciando na União da Ilha um enredo sem sinopse.

O enredo é “Nas encruzilhadas da vida, entre becos, ruas e vielas, a sorte está lançada: Salve-se quem puder”. A princípio parece mais um enredo estilo Beija-Flor fora da Beija-Flor, mas não dá para limitar nesse tipo de pensamento algo que é tão amplo já que só tem título, não tem sinopse.

Não é inédito, antigamente era assim e a Vila fez isso nos anos 80, mas é revolucionário. A escola fará seu cronograma de desfile em cima do samba e isso dá uma liberdade para os compositores da União da Ilha que eles nunca tiveram. Para quem tem talento, para quem sabe pensar “fora da casinha” é maravilhoso, esses compositores podem fazer os sambas de suas vidas. Para quem é limitado e não consegue pensar fora dos padrões de samba-enredo será bem complicado.

Imenso desafio para a ala de compositores da União da Ilha. É hora para mostrar todo talento que tem. É algo perigoso, mas delicioso e por favor, nada de sambas com primeira parte, refrão do meio com quatro versos, segunda parte e refrão principal com quatro versos. Ousem.

Ousadia, tudo o que o carnaval precisa urgentemente assim como o Brasil em geral.

Tudo que Leandro Vieira e Laíla tem de sobra.

Twitter – @aloisiovillar

Facebook – Aloisio Villar

Instagram – @aloisiovillar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.