Categorizado | Cafofo da Zonaide

Deu no Netflix

Netflix

Gentééé, que semana!!!

Tiro, porrada e bomba literalmente. A caravana “rolidei” do presidente Lula prosseguia sua viagem quando alguém gritou “Que tiro foi esse?”. O presidente disse que não era hora para funk quando falaram: “Não, presidente, deram tiro, olha uma bala aqui!!”. Lula se apressou em dizer que a bala não era dele e sim de um amigo.

O Brasil vive seu faroeste caboclo. Enquanto brincam de tiro ao alvo com Lula a família Bolsonaro briga na internet com a Netflix. Os Bolsonaros tinham esperanças de reeditar o “Família Dinossauros” no canal de internet, até porque seu modo de pensar bate com aquela época, mas o Netflix não só negou como ainda deu uma zoada. É bom o Netflix abrir o olho. Dependendo do que ocorrer em outubro pode ser o primeiro streaming a parar em um pau de arara.

Por falar em Bolsonaro, o mesmo convidou Alexandre Frota para seu ministro da Cultura. É bom já ir se acostumando, cultura de bêbado não tem dono.

E a seleção, hein? Venceu a Alemanha. Tudo bem que não foi 7 x 1, mas como brasileira que é, a seleção decidiu pagar sua dívida de forma parcelada.

(Na foto acima uma denúncia. Vemos a foto de quem protege os dados de usuários do Facebook)

CAFOFO DA ZONAIDE

FERNANDO MEIRELLES

Outro dia a Lucicreide, minha vizinha, bateu em minha porta e indignada disse que iria cancelar o Netflix por causa do seriado “O mecanismo”. De um jeito bem afetuoso respondi: “Piranha, para de fazer a chique que você nem tem isso. Até seu gatonet foi cortado por falta de pagamento”.

Fui assistir e não posso dizer que gostei nem que não gostei porque não entendi nada que Selton Mello disse. A série é do famoso diretor Fernando Meirelles que dirigiu “Tropa de elite” e a série revoltou militantes de esquerda que convocaram boicote. Depois da convocação de boicote as ações do Netflix subiram, to pensando em pedir pra esquerda convocar boicote ao cabo Jorge também para ver se ele assim volta a subir.

Não entendo a gritaria da esquerda. O Netlix também fez “Narcos” e não vi nenhum senador mineiro reclamando. É uma série de ficção e nada impede que no futuro nela tenha político do PSDB sendo preso, Bolsonaro sendo sensato, Marina Silva descendo do muro ou o Flamengo sendo campeão.

Então vem Fernando Meirelles. Vem fazer um “Tropa de elite” aqui em casa e enfiar faca na caveira.

Ah..Eu sei que o diretor é o José Padilha, mas assim como ele manipulo a realidade como eu quero.

FRASE DA SEMANA

“Lula é o caralh… Meu nome é Jucá, porra!!” (Zé Pequeno Jucá, senador e personagem de filme, reivindicando autoria de frase)

*Zonaide Spencer é jornalista, travesti, nunca foi protegida em julgamento do STF e gosta mais de XVideos que de Netflix.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Visitas

Facebook