Categorizado | Cafofo da Zonaide

Tiroteio de Janeiro

Cidadezonaide

Gentéé, tá difícil de escrever hoje.

Estou debaixo da mesa enquanto o bicho tá pegando lá fora. Não sei se é greve da CUT, arrastão, aniversário do Supermercado Guanabara ou a torcida do Flamengo passando, mas está o caos. Rio de Janeiro atualmente está assim, o uó onde ninguém é de ninguém desde que a UPP, Unidade de Propina Pacificadora, deu uma de Vasco e caiu.

Bem que me falaram que esse negócio de Cabral mandar aqui não iria dar certo, desde o outro Cabral tudo vem dando errado e me pergunto porque em vez de Cabral não podia ter sido o Cristiano Ronaldo a descobrir o Brasil? Se tivesse sido o português certo pelo menos passaríamos esse perrengue bem penteados, sobrancelhas feitas e nos olhando no telão entre uma chacina e outra.

A comunidade que eu moro já foi da milícia, CV, TCP, PQP, PMDB, PT, PSDB, cada hora é de uma facção criminosa diferente, é de uma rotatividade de fazer inveja a casa de massagem do Centro da Cidade e cela com preso da lava jato. Pior que a violência taí inteirona e invadindo nossas vidas, o crime no Rio de Janeiro atualmente é a única coisa que não é parcelada já que salários viraram crediário da Ricardo Eletro e são pagos em 36 vezes sem juros.

Falaram que estão queimando ônibus pela cidade, sinceramente não sei porque depois das oito da noite não tem mais ônibus circulando aqui na comunidade então não sei se é greve, incêndio ou o normal. A cidade que recentemente sediou as Olimpíadas mostra que pelo menos algum legado existiu já que parte de seus moradores vem praticando o tiro ao alvo, a outra parte, no caso nós, é o alvo, mas ser alvo nem é tão problema assim já que somos a capital mundial da bala perdida. O problema é que bandido carioca é tão criativo que daqui a pouco lança a bala com GPS.

Ai meu Rio de Janeiro, a coisa tá feia e nem adianta pedir ajuda pro Bispo porque ele é o prefeito e mesmo assim estamos nessa draga.

Acho que vou me refugiar na Síria.

(Na foto ao lado vemos o que restou de legado das Olimpíadas, a chama olímpica)

Cantinho do Cafofo

STF

O STF, Supremo Tribunal de Fuleiragem, soltou o Zé Dirceu, aquele garoto que ia mudar o mundo no Araguaia e foi curtir as festas do grand mondé. Na ordem eles já soltaram o goleiro Bruno, o Eike Maravilha Batista, o Zé Dirceu e a raiva da torcida do Flamengo por ter dado o título de 87 para o Sport. O STF vem soltando tanto que já tem gente recomendando Lactopurga. Tem sentido até porque tem vindo cada m.. de lá.

Amigos, a justiça não é cega, cego é o Stevie Wonder, a justiça do Brasil é bem danadinha. A gente culpa a polícia, culpa os políticos, não que esses não merecessem surra de gato morto até o gato miar, diz que o país não tem leis, mas tem sim rachas, só que o que adianta ter leis se a única lei respeitada aqui é a lei da gravidade? Até a lei Áurea estão revogando e ai de quem queira pegar o cabo Jorge, a chibata do negão já é minha.

O STF, Supremo Tribunal do Fod..,nunca poderia dar certo porque é composto por juízes e quem acompanha um pouco futebol sabe a praga que é juiz. Agora ficam brigando entre eles. O de Curitiba dá piti, o do power point roda a baiana e faz textão no facebook e o país vai caminhando para o perigoso caminho onde o Alexandre Frota vira um pensador.

É o grande acordo que o Romero Jucá Chaves disse em uma gravação. Por falar em Jucá Chaves o “Presidente Bosta Nova” finge que nada é com ele, a greve não é com ele, recessão não é com ele, lava jato não é com ele, bem que a presidência também podia não estar com ele até porque 4% de popularidade nem o filme Cinderela Baiana teve em site especializado.

Bem que o STF podia virar Supremo Tribunal do Flamengo e dar logo 87 para os mulambos. Quem sabe assim a violência no Rio não dá uma de Vasco, cai e assim matamos dois coelhos com uma cajadada só? E o melhor de tudo é que mesmo matando o coelho o STF pode nos soltar.

A justiça enxerga muito bem, oh se enxerga!!

Frase da semana

“Se alguém prender ladrão / Supremo solta irmão” (Moreira Franco da Silva)

*Zonaide Spencer é jornalista, travesti, nunca foi juíza, mas adora uma vara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Visitas

Facebook