Categorizado | Sabinadas

Um embate cada vez mais próximo de eclodir

vettelbahrein2017

Sim, Sebastian Vettel e Lewis Hamilton estão na disputa pelo título mundial de 2017 na Fórmula 1. Um confronto que promete ser dos melhores dos últimos anos e, porque não dizer, da história da categoria.

Por enquanto, são duas vitórias de Vettel contra uma de Hamilton. Mas, apesar de ter sido mais uma vez dominada, no Bahrein, a Mercedes ainda tem garrafa vazia pra vender como se diz, assim como a própria Ferrari pode – e deve – evoluir ao longo do ano.

Está, portanto, montado o cenário para o embate que a Fórmula 1 tão desejava nos últimos anos: dois pilotos vitoriosos, que não não têm mais nada a provar, com dois carros diferentes.

Só está faltando um ingrediente para que finalmente essa receita dê liga. No caso, uma disputa direta entre eles na pista. No Bahrein, devido à justa punição a Hamilton – por mais que não se goste da regra, ela está lá – Vettel conseguiu controlar a prova no fim.

Mas, curiosamente, apesar de Vettel ser tetracampeão mundial, e Hamilton, tri, os dois nunca brigaram diretamente pelo campeonato.

O inglês, quando foi campeão pela primeira vez, teve Felipe Massa como adversário, e Vettel, a despeito de ver vencido sua primeira prova, com a modesta Toro Rosso, em Monza, não brigava por posições com Hamilton. Nos anos do bi e do tri, Hamilton teve como rival direto Nico Rosberg na Mercedes.

Já Vettel por duas vezes foi campeão com larga margem, em 2011 e 2013, enquanto em 2010 e 2012 teve como rival mais duro Fernando Alonso – em 2010, Hamilton até tinha chances matemáticas de título na última prova, mas era zebra.

Confronto direto na pista, me lembro de apenas dois mais relevantes: no GP dos Estados Unidos de 2012, Hamilton, com mais carro, ultrapassou o alemão para vencer em Austin.

Dois anos antes, na China, Vettel fez bela manobra na chuva em cima de Hamilton, mas depois o inglês se recuperou e venceu, enquanto o alemão terminou em sexto.

Mas o grande duelo lembrado pelos torcedores mais fanáticos, mas que nem todo mundo viu, nem ocorreu na Fórmula 1, mas sim na Fórmula 3, em 2005. Divirtam-se:

Será que veremos isso finalmente na Fórmula 1 este ano? Vamos aguardar, e torcer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Visitas

Facebook