Categorizado | Setentrional

Semana Santa

IMG_20170413_223300

Semana Santa. Semana especial para Cristãos. Semana de reflexão acerca de nossos atos e a tentativa de buscar seguir os passos de Jesus, de ser capaz de perdoar e amar ao próximo.

É bonito de se ver tantas pessoas buscando viver a quarentena ajudando o próximo, refletindo, tentando levar os ensinamentos para o resto de suas vidas. Isso se torna mais bonito aos meus olhos devido ao momento em que estamos vivendo, não só aqui no Brasil, mas no mundo todo.

Momento de intolerância, hipocrisia, corrupção, medo. E o que isso tem a ver com nossa saúde? Tudo. Tudo a ver com nossa saúde mental. Por mais que tentemos fechar os nossos olhos e viver nossa vida alheios a tudo isso, uma hora todos esses problemas respingam na gente.

Interesses políticos que estão prestes a ter como consequência uma guerra, interesses que tiram vidas de crianças inocentes através de armas químicas, que destroem famílias e gera medo. Medo pelo homem mais poderoso do mundo dizer que é necessário combater a guerra sangrenta, mas faz isso exatamente derramando sangue.

Em 1500, o Brasil foi “descoberto”. Os Portugueses vieram aqui, levaram nosso Pau Brasil, estupraram nossas índias, trouxeram doenças, impuseram sua cultura, sua língua e no final foram embora. Fizeram tudo isso, mas me arrisco dizer que o Brasil nunca foi tão saqueado como está sendo agora. É difícil entender, achar o ponto exato onde isso começou, onde cada um que entra na política, com raras exceções, visa se dar bem sucateando seu próprio país, que tinha tudo pra ser uma potência mundial.

Vendo tudo isso estourar pela televisão, muitos talvez possam nem ligar, achando que aquela imagem do congresso, daquela empresa são inalcançáveis. Tudo aquilo, caro leitor, reflete na sua vida, no seu estresse por não conseguir pagar as contas no final do mês com um salário mínimo, reflete na desigualdade social, na reforma da Previdência, enfim, em vários aspectos da nossa vida.

Semana de amor e reflexão, não é? Não para todos.

Não para o cara que confessou matar por prazer, não para aquele vizinho homofóbico que não aceita a felicidade alheia. O mais engraçado disso tudo é que muitas dessas pessoas são as mesmas que não comem carne em respeito às tradições religiosas.

O mundo não está preparado para viver a palavra de Cristo. Só quer reproduzi-la. Se nós a colocássemos em prática, não haveria fome no mundo, guerra, intolerância, corrupção, nem nenhum mal causado pela humanidade. A religião não cega ninguém, leitor, são as pessoas que interpretam mal os ensinamentos.

Desculpem o assunto meio fora de contexto com o qual se propõe a coluna, mas foi Semana Santa, e eu me peguei refletindo sobre essas questões. A conclusão que tiro é que o mundo está doente.

E ao contrário de vírus, bactérias, tumor, essa doença é muito mais difícil de curar

Imagens: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Visitas

Facebook