Deprecated: get_the_author_ID está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use get_the_author_meta('ID') em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713

Deprecated: attribute_escape está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use esc_attr() em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713

Deprecated: attribute_escape está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use esc_attr() em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713

No próximo domingo, teremos as eleições municipais em todo país. Por mais que o assunto seja de amplo interesse deste que vos fala, venho nesta coluna falar sobre o que a decisão do próximo domingo pode influenciar no Carnaval da cidade mais importante do país.

No dia de hoje, a SASP (site especializado sobre o Carnaval de São Paulo) publicou uma excelente matéria sobre o que pensam os cinco principais candidatos à prefeitura de São Paulo e o resultado da matéria – apesar de excelente – é no mínimo, assustador.

Poderia abrir a argumentação que me levou a achar a matéria assustadora dizendo que nenhum dos cinco, mesmo com ONZE dias de tempo para responder à reportagem, assim o fizeram. Veja só leitor, a SASP tem 16 anos de existência é sem dúvida nenhuma um dos principais expoentes da imprensa carnavalesca e uma marca do Carnaval Paulistano quando se trata das escolas de samba e nenhum dos candidatos teve sequer 30 minutos para responder às suas dúvidas.

É um descaso inacreditável. Além disso, não responder à SASP sobre o Carnaval Paulistano é praticamente igual ignorar um evento que gerou – segundo dados da própria prefeitura – quase meio bilhão de reais somando o evento do Anhembi com o Carnaval de Rua, que neste ano teve intensa divulgação.

Para completar o descaso com o evento Carnaval, os cinco principais candidatos – incluindo o atual prefeito – têm pouquíssimas propostas ou nenhuma para o Carnaval em seus futuros programas de governo. Sim, amigo leitor, existe um candidato que sequer cita o Carnaval em seu programa de governo. É assustador de tão revoltante. Abaixo, cito as “propostas” que cada um dos cinco principais candidatos ao governo municipal tem para o Carnaval:

tucuruvi2014João Dória – PSDB

Propostas:

– Instalar um pólo criativo na Fábrica do Samba com foco na tecnologia, qualificação de trabalho e geração de direitos de propriedade intelectual;

– Estudar modelagens de parcerias com a iniciativa privada para definir novos usos e ampliar investimentos em equipamentos como o Estádio do Pacaembu, Complexo Anhembi; Autódromo e Kartódromo de Interlagos, Jóquei Clube e outros.

Líder das pesquisas, o candidato João Dória tem apenas duas propostas para o Carnaval, uma delas um tanto quanto exótica e que me causa certa dúvida.

Como o candidato não quis responder sobre o Carnaval, explico ao leitor a minha dúvida que é: o que seria definir junto da iniciativa privada novos usos para o Complexo Anhembi? Isso afetaria o sambódromo diretamente? Ou se trata apenas do Palácio de Convenções? Seria bom o candidato deixar bem claro isso aos eleitores, especialmente os que vivem ou gostam do Carnaval.

– Celso Russomano – PRB

Não tem propostas para o Carnaval

Vejam só, o candidato Celso Russomano – VICE-LÍDER das pesquisas de intenção de voto – despreza tanto o Carnaval que nem o cita em seu plano de governo. Será que ele sabe que o evento gera quase meio bilhão de reais? Acho que não, né? Ou será que há outros interesses por trás que o impedem de lembrar-se do Carnaval? Vai saber…

Marta Suplicy – PMDB

Propostas:

– Incentivar e organizar o Carnaval de rua, mediante a definição de responsabilidades claras a serem assumidas pelos promotores e pelo poder público, com relação à melhoria da infraestrutura, segurança, limpeza urbana, redução das incomodidades geradas e diminuição dos impactos nas atividades econômicas do entorno.

A candidata Marta Suplicy fala do Carnaval de Rua que cresceu muito em 2016 após incessante divulgação nos meios de comunicação. Suas propostas são a melhoria da infraestrutura e melhoria da segurança e limpeza urbana, assim como a redução dos impactos incômodos gerados pelo evento. Tudo muito bonito e etc. Mas, candidata, e o Anhembi? Nenhuma linha? Lamentável…

Fernando Haddad – PT

Propostas:

– As políticas culturais da cidade valorizaram estas expressões de forma intensa em todos os bairros: das feiras e festas à explosão do Carnaval de Rua (que movimentou na cidade R$ 400 milhões, 37,5% a mais do que o Sambódromo);

– Concessão da Arena Anhembi: Assegurar a concessão do terreno para a construção da nova arena, espaço para shows e eventos no Anhembi.

O atual prefeito, que pouco fez (ou quase nada) pelas escolas de samba, ressalta a evolução do Carnaval de Rua, que arrecadou 37,5% a mais que o do Sambódromo. Tudo isso é muito certo. Mas ele se esqueceu de mencionar que a sua gestão é um desastre quando falamos de ações para o Carnaval das escolas de samba. Mas ele deve ter esquecido, obviamente…

Já em sua segunda proposta, a Arena Anhembi é um projeto que vem de muito tempo e que em sua gestão praticamente foi esquecido. Cobremos o mesmo, em caso de reeleição do atual prefeito.

Aliás, caro prefeito, como andam as obras da Fábrica do Samba que seriam concluídas em sua gestão? Faltam pouco mais de 90 dias para o fim do seu mandato e está lá ainda pela metade. Preocupação com o Carnaval do Anhembi existiu na sua gestão? Infelizmente, o candidato também não achou interessante falar sobre o tema para a SASP.

Luiza Erundina – PSOL

Propostas:

– A Política para a Cultura Viva também deve desenvolver ações de apoio à arte e aos artistas de rua, desenvolvendo medidas em apoio a: espaços culturais de grupos alternativos ou de pequeno porte; circos e aos artistas circenses; iniciativas culturais da juventude; manifestações da diversidade e orgulho LGBT; culturas tradicionais e populares; saraus das quebradas; cultura hip hop; Blocos de Carnaval e Escolas de Samba.

A candidata Luiza Erundina cita o Carnaval como parte de uma política de desenvolvimento ações de apoio à arte. Infelizmente, ela não cita quais seriam essas ações e o que elas influenciariam diretamente no Carnaval e nas Escolas de Samba. Assim como os outros candidatos, a candidata também não quis conversar sobre o tema com a reportagem da SASP.

imperiodecasaverde2016Após ver e analisar mais atentamente cada uma dessas propostas (ridículas) para o Carnaval e as Escolas de Samba, a sensação de revolta é cada vez maior. Vemos claramente que eles se importam (não se importam, na verdade) pouquíssimo com a festa mais popular do país. Uma festa que é importante lembrar rendeu quase meio bilhão de reais somente em 2016.

Será que esse valor não interessa num momento de crise como esse que passamos? Será que este valor não poderia até ser maior se houvesse uma melhor divulgação por parte do poder público? Isso são perguntas que nenhum dos cinco principais candidatos quis responder a SASP. São perguntas que não os interessam. Por isso, viajemos ao Rio de Janeiro para que possamos pedir emprestado o título do enredo de 2017 da atual campeã para encerrar este texto. Nós do Carnaval contamos “Só com a Ajuda do Santo” para aguentar mais quatro anos vivendo esse descaso.

Referência e indicação de leitura: http://sasp.com.br/a_noticia.asp?rg_noticia=4772#.V-f5hclUrct

*o título da coluna é uma menção ao título do enredo da Mangueira para 2017.

Imagens: Arquivo Ouro de Tolo

[related_posts limit=”3″]

2 Replies to “Só com a ajuda do santo…*”

  1. Apesar de ser do Rio, e, portanto, ter uma visão distante do que ocorre na Terra da Garoa, tenho a ligeira impressão que o Carnaval de São Paulo passa por um momento muito delicado, com um certo descaso e distância das autoridades, mídia e até mesmo público. E a julgar pelos possíveis futuros prefeitos da cidade, principalmente o provável eleito, a situação tende a piorar. Lamentável, em todos os sentidos.

Comments are closed.