Deprecated: get_the_author_ID está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use get_the_author_meta('ID') em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713

Deprecated: attribute_escape está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use esc_attr() em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713

Deprecated: attribute_escape está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use esc_attr() em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713

Depois de anos intermináveis de espera, estamos enfim na semana da Copa do Mundo de 2014, a Copa do Mundo do Brasil. O país inteiro, depois de perrengues, narizes torcidos, gritaria e muita confusão, vai entrando no clima, recepcionando bem as seleções, enfeitando as ruas, discutindo calorosamente nos bares e nos jantares em família.

É muito bacana essa magia que a Copa do Mundo tem. Esse poder de transformar um país, mudar a rotina das pessoas e tal. De todo modo, essa será uma Copa diferente. Será uma Copa em um país que tem, além das muito faladas paixões por futebol e Carnaval, um incomparável gosto pela reclamação.

Assim, o brasileiro, apesar dos churrascos animados em dias de jogos, das bandeiras na janela, das cornetadas, da festa, do Olodum, vai reclamar quando e sobre o que puder. Assim, resolvi elencar algumas das coisas que você certamente já ouviu e ainda ouvirá muito durante os próximos 30 dias, mas apresentando também algumas boas respostas.

Tem, é claro, o básico. As reclamações de que muito dinheiro foi gasto em estádios e que ele poderia ser usado em saúde, educação e etc. A resposta também é bem básica. Apesar do dinheiro gasto ter sido de fato exagerado – R$ 25 bilhões, a saber, ele corresponde a apenas um mês de investimentos em saúde e educação. Além do mais, só nas Eleições deste ano, serão desembolsados mais de 30 bilhões de reais.

capaAinda quanto a estádios, você provavelmente já leu ou ouviu que era possível realizar a Copa em apenas oito sedes, “como sempre foi”. Isso é mentira. Na era moderna, o mínimo de sedes utilizadas foi nove em dez estádios, em 2010, mas porque duas cidades sul-africanas não se prepararam a tempo. Na Espanha em 1982 foram 16 cidades e, em 2002, Coreia e Japão tiveram dez sedes cada uma, totalizando 20, oito a mais que aqui no Brasil.

Tem também quem diga que o Brasil vai passar uma vergonha história aos olhos do Mundo, pois tudo dará errado. Não é bem assim. De fato, nossa preparação não foi lá uma beleza, de fato teremos alguns problemas, mas, acredite: isso é normal.

São raríssimos os eventos de grande porte onde tudo funciona bem. Nas Copas de 2002 e 2010, por exemplo, vários jornalistas ficaram sem ter onde dormir. Em 1994 e 1998 – nas “referências” Estados Unidos e França –, alguns jornalistas relatam vários atrasos de voos e muito trânsito nas cidades-sede. Assim, falta de organização não é novidade pra ninguém. Precisava? Não. Raridade? Também não.

Quem também costuma sofrer na boca do povo é a FIFA. Sem saber que ela é uma empresa – e que, portanto, faz o possível para obter lucro -, o brasileiro adora colocar na conta dela uma série de problemas e exigências que só acontecem porque o Governo abaixou a cabeça para ela. É como se a Coca-Cola chegasse e, a troco de nada, mandasse você parar de tomar Pepsi e você aceitasse. Seria ótimo para ela, embora desnecessário, mas você aceitou porque quis.

Um dos alvos preferidos é a questão dos ingressos. Diz-se que são muito caros, que excluem o povo da Copa e outras bobagens parecidas. Para início de conversa, os ingressos são caros, mas nem tanto. Estudantes e idosos podem assistir a abertura por 80 reais ou a final por 165. Mais barato que muitos jogos normais do futebol brasileiro. 60 reais, aliás, é o preço inteiro do ingresso mais barato para a primeira fase. Com alguns benefícios extras, você pode conseguir assistir a uma partida do maior campeonato de futebol do mundo por 30 reais.

Existe, sim, um ingresso bem caro. 1.980 reais para assistir a final na categoria 1, melhores pontos do estádio, mas quem disse que isso é absurdo? Se tem quem pague, considerando que trata-se do maior jogo de futebol existente no planeta, ótimo.

O pessoal também gosta de dar aquele pitaco nos comandados de Felipão, além de outras análises geniais em geral. Já na partida de estreia, quando o Brasil enfrentar a forte seleção da Croácia, se o gol não sair logo, o brasileiro, corneteiro como sempre, vai dizer que Scolari é burro, que o Neymar é pipoqueiro e que não iremos a lugar nenhum. Messi e Cristiano Ronaldo também serão potenciais “amarelões”, enquanto a Seleção Espanhola ganhará profundas análises que exaltarão a técnica de seus jogadores com frases clichês aplicadas a muitas outras equipes ao longo dos tempos.

DSC_0068Quando e se o Brasil for eliminado, dirão que foi pelo oba-oba, que perdeu por incompetência própria, pois, além de gostar de uma cornetada, temos esse vício de esquecer que, se perdemos, alguém ganhou. E quem ganha sempre tem méritos. Mas legal mesmo vai ser se vencermos. Porque aí, semanas, meses, anos e décadas depois, muitas pessoas dirão que o Brasil – provavelmente com a ajuda do PT – comprou a Copa. Nesse caso, não faça nada, apenas concorde. Nem vale a pena iniciar uma discussão.

Pode não parecer, mas eu acho essas reclamações parte fundamental do clima de Copa do Mundo. A exceção daqueles chatos que querem pagar de intelectuais dizendo que o futebol é “o ópio do povo”, ou que “te exploram enquanto você grita gol” (sem saber que também lhe exploram enquanto ele não grita), esse pessoal que gosta de falar besteira é diversão garantida.

Que rufem os tambores e comece a festa. Vai ter Copa e ela vai ser muito, muito legal. No estádio, na fan fest, no bar ou em casa, aproveite. Posso garantir que é um momento que, pelo menos enquanto algum de nós estiver aqui neste plano, dificilmente se repetirá.

5 Replies to “Filho Pródigo: “A Copa no País da Reclamação””

  1. Sr. Jose Maria,
    É uma vergonha o que está acontecendo com a venda de ingresso da copa no Brasil. Isso é caso para polícia e interpol. Como pode ter tantos ingresso no câmbio paralelo e não ter disponível para venda. Como pode um ingresso que no preço máximo é vendido por 350,00 chegar ao patamar de 3.000,00 reias. como isso acontece, se a fifa exigiu cadastramento de todos , inclusive dos convidados. A fifa deveria, na pore na o s estádios solicitar identificação dos portadores de ingresso e aquele que não estivesse cadastrado perderia o ingresso e seria vendido no local pela fifa aos que não conseguiram comprar. A Fifa tem que ser processada dos tribunais Brasileiros, por não cumprir as regras da lei da copa editada e criada por ela mesma.
    Att,
    Ana

    1. Prezada, segundo o jornalista Andrew Jennings 40% dos ingressos da Copa são desviados pela própria Fifa para o mercado paralelo. Para o jogo de abertura (dados oficiais) foram vendidos ao grande público apenas 24 mil entradas

  2. Vergonha nacional, oque significa a cor vermelha nas cores nacionais, não temos vermelho em nossa bandeira, seria o poder da Coca Cola.

Comments are closed.