Categorizado | Sabinadas

Que a esperança vença o ódio

bijela-golubica-foto-wwwgarevacinfo-2bf8c2d580826c3324388be376e9464a_view_article_new

Amigos, confesso que este ano de 2017 foi um dos mais complicados na minha vida pessoal e profissional. E para muitos este 2017 também foi o ano em que vimos cada vez mais atos de hostilidade, ódio e intolerância em todos os níveis. Sei que é difícil pedir isso, mas vamos ter esperança em 2018.

É claro que o panorama do Brasil e do mundo não vai mudar da noite para o dia. Mas se cada um fizer o seu papel, com mais união, solidariedade, respeito e compreensão, podemos melhorar as nossas vidas, respirar um ar menos carregado, desfrutar melhores momentos.

No caso do Brasil, este 2018 que chega agora é ano de eleição. Vocês podem perguntar, com razão, como vamos mudar o panorama do nosso país, com políticos corruptos em todos os níveis e partidos. Pois bem, o que nos resta é votar, votar com convicção, e pelo que cada um propõe.

Outra paixão pessoal, e bastante abordada aqui neste Ouro de Tolo, é o mundo das escolas de samba. Mundo este que sofreu muito em 2017, com acidentes, falta de organização, e que ainda foi vilipendiado por uma Prefeitura engajada apenas no próprio projeto de poder que a comanda.

Sempre se usou o termo coirmã quando se falou de uma outra agremiação, e só mesmo uma união definitiva entre as escolas de samba e seus segmentos fará a nossa festa sobreviver ante a ataques covardes e que tem no ódio, na intolerância e no poder a sua sustentação.

No futebol, talvez tenhamos visto as cenas mais lamentáveis de todas, com uma violência desenfreada e inacreditável nos estádios e nas próprias ruas. Já que as autoridades nada fazem de concreto, os clubes deveriam tomar à frente nessa cruzada contra os bandidos de uniforme.

Apenas com ações conjuntas de tolerância, convivência pacífica e afastamento dos vagabundos dos estádios, a paixão pelo futebol não vai perecer. Que possamos recuperar o prazer de ir a um estádio e tenhamos apenas o foco em torcer pelo nosso próprio time.

Repito: sei que é difícil que vejamos uma evolução da nossa sociedade num curto prazo, mas apenas com amor, paz e compreensão, poderemos melhorar de vida. Não dá mais para vivermos assim, sufocados. Que possamos emanar a paz para que, pelo menos, estejamos em paz com a nossa consciência.

Nós aqui neste Ouro de Tolo estamos engajados nessa corrente positiva e convidamos vocês, leitores, a nos acompanhar em mais um ano.

Que a esperança comece a virar esse duro jogo contra o ódio já em 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Visitas

Facebook