Categorizado | Cafofo da Zonaide

Então não é mais Natal

Simone

Gentééé, não é mais Natal na Leader Magazine.

Esse ano tive que fazer um extra como rena de Papai Noel já que o Pedrinho me paga muito mal para escrever nesse blog, mas mesmo assim tive um Natal maravilhoso.

Comi peru? Comi, apesar de comer o ano inteiro. Teve tio bêbado fazendo piada do pavê? Claro que teve. Teve amigo oculto onde dei presente carésimo e ganhei meia? Evidente que sim, mas mesmo assim o Natal foi ótimo. O que lembro dele pelo menos porque eu bebi aquela cerveja belga que o Pedrinho sempre bebe, esquece tudo e acorda com dor na parte traseira do corpo.

Natal que é Natal tem que ter tudo isso que citei. Bebedeira, baixaria e CD da Simone cantando “Então é Natal”. Simone virou hoje em dia uma espécie de rainha de bateria do Natal. Só aparece nessa época do ano cantando “Hiroshima, Nagazaki, Mumuroaaaaaa” e a gente chora, chora, chora, diz que ama todo mundo, que vai se esforçar para ser uma pessoa melhor e no dia seguinte volta ao normal. Ser humano é uma coisinha maravilhosa.

Simone com sua “Então é Natal” fica perdida durante o ano junto com a tampa da caneta bic e a calcinha velha que você procura, procura e não consegue achar. A diferença é que a Simone nós achamos uma vez por ano já que tradição é tradição né benhé? Simone já faz parte dos nossos Natais como o especial do Roberto Carlos.

Aliás, adoram falar mal do Roberto, dizer que já está manjado, mas esse negócio de comercial de banco com musiquinha do Forrest Gump e a Fernanda Montenegro lendo texto bonitinho também está manjadíssimo hein? Quero ver o gerente do meu banco ler algo tão bonito pra mim quando eu for pedir empréstimo.

Acabou o Natal, que venha a virada do ano e as baixarias que tanto amamos.

Olha que de viradas eu entendo.


(Na foto ao lado vemos um exemplo da modernidade em que vivemos. Rena de Papai Noel tirando selfie na hora da entrega dos presentes)

CANTINHO DO CAFOFO

PAULO MALUF

E no fim do ano Maluf parou na cadeia. Não sei se foi Dr. Paulo que construiu essa cadeia, como ele sempre diz que fez as coisas, mas parece que a nova morada tem tudo a ver com ele. Apesar de dizer que se sente um pouco desconfortável nela se sentindo meio preso.

Maluf roubou a cena nesse fim de ano se entregando a polícia. Ele que já não podia viajar para África, Ásia, Oceania e mais um continente de sua preferência acabou sendo preso pela polícia brasileira mesmo passando na frente de um monte de gente pegando fila de idoso. Sim, Paulo Maluf já é velhinho. Não é um bom velhinho como Papai Noel, mas também costumava carregar saco nas costas, saco de dinheiro no caso dele.

Ninguém sabe ao certo o motivo que levou Paulo Maluf a ser preso, só sabemos que merecia. Alguns dizem que ele fez lavagem de dinheiro com vendas de pau brasil para a coroa portuguesa, outros que manipulava licitações nas capitanias hereditárias, acusam de fazer tráfico de influências negreiro e vender caneta superfaturada para princesa Isabel assinar a lei Áurea. Não sabemos ao certo, mas em todos os escândalos nacionais Paulo Maluf esteve presente.

Não sabemos ainda quanto tempo ficará preso. Testemunhas viram Gilmar Mendes saindo de um banheiro colocando a calça de forma apressada procurando uma caneta. Mas de uma coisa Maluf pode se orgulhar. Dificilmente sua marca no Guiness de “político corrupto não sendo do PSDB mais tempo sem ser preso” será batido e se alguém bater ele dá um por fora para o novo recorde não ser homologado.

Paulo Maluf é a cara do Brasil e faz tempo tanto que foi governador de São Paulo indicado pelo regime militar com José Maria Marin vice. Os dois colocados pelo regime militar, os dois presos essa semana. Mas na época da ditadura não tinha corrupção né mores?

Chupa aqui pra ver se sai coca-cola.

FRASE DA SEMANA

“Esse ano quero Paes pro meu coração” (Deputado Pedro Paulo – PMDB RJ)

*Zonaide Spencer é jornalista, travesti, oferenda de macumba em virada de ano, figurante de anúncio de fim de ano da Globo e deseja a todos um feliz 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Visitas

Facebook