Categorizado | Jogando nas Onze

O pequeno Sassá

Sassá

O jogador Sassá, ex-Botafogo, foi apresentado pelo Cruzeiro essa semana e durante a coletiva disse que não tinha mágoas do Botafogo e se sentia feliz em jogar no Cruzeiro, em um time grande.

Falou um monte de besteiras, o que é característica desse rapaz. Nós torcedores zoarmos outros times é natural, já que não vivemos disso, agora, jogador é outro papo, jogador é profissional e tem obrigação de respeitar clubes de futebol, ainda mais o que lhe revelou.

Que o Sassá é um idiota isso vem sendo comprovado desde o ano passado com suas atitudes. Chegar atrasado em treinos, postar foto com dinheiro nas mãos, fazer postagem ofendendo presidente do clube, pouco profissional e deslumbrado.

Um dos muitos garotos bons de bola que surgem e colocam a profissão e o futuro em risco por conta de suas atitudes. Sassá teve perto dele um exemplo de como não ser, que é o Jobson, hoje se dividindo entre noitadas e presídios, mas que parece não ter aprendido nada.

Não se trata um clube de futebol como Sassá tratou o Botafogo nesse último ano. Pior, não se trata um gigante como o Botafogo como ele trata. O Cruzeiro é grande, sim, o Botafogo é grande, e o Sassá é pequeno.

Sassá é um nada perto do Botafogo e de jogadores que construíram sua história. Quem é Sassá perto de Nilton Santos, Garrincha, Didi, Jairzinho, Gerson, Heleno e tantos outros supercraques que vestiram essa camisa? O Botafogo é o clube que mais cedeu jogadores para a Seleção Brasileira em Copas do Mundo e tem que ser respeitado.

Sassá usa um argumento novo que surgiu para tentar defender declarações idiotas que é “O futebol está chato”. Sim, está chato sim, mas estar chato não libera idiotices como essa declaração. Liberdade é uma coisa, bagunça e outra.

Única coisa certa que disse e nem sei se falou de coração é que não sente mágoas do Botafogo. Não tem que sentir mesmo porque o Botafogo lhe deu todas as oportunidades de ser alguém na vida.

Graças ao Botafogo o Sassá não é um cara que hoje acorda cinco da manhã e tem que pegar três ônibus para chegar ao trabalho, graças ao Botafogo Sassá pode tirar fotos com dinheiro na mão e mesmo sendo feio pra cacete poder tirar onda em noitadas cheio de amigos e mulheres em volta.

O Botafogo deu oportunidade, passou a mão na cabeça em seus erros, perdoou, foi uma mãe. A vida não costuma ser assim e quando o dinheiro da foto acabar, os amigos e mulheres vão sumir. Nada disso é de verdade, de verdade apenas o que a vida nos ensina.

Ainda é novo e pode criar juízo, como eu já disse, bola ele tem, mas como um cara que gosta de futebol não posso aplaudir uma declaração como a dele. Também não posso zoar torcedor do Botafogo pelo que ele disse porque hoje é contra o Botafogo, amanhã contra meu time e não vou gostar. Tome juízo, Sassá!!

Que o Cruzeiro seja o seu “Salvador da Pátria”.

Twitter – @aloisiovillar

Facebook – Aloisio Villar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Visitas

Facebook