Categorizado | Orun Ayé

O fantástico mundo da leitura

Doraorunaye

Bia essa semana ganhou seu primeiro livro.

Passava pelo Ilha Plaza procurando umas coisas que precisava comprar e vi em uma parte venda de revistas e livros bem baratos. Achei ali da “Dora aventureira” viajando pelo mundo e, como ela sempre gostou da Dora, achei uma boa oportunidade.

Levei para casa e lhe dei. A Bia ficou mais feliz do que eu imaginei. Já sei que ela ama leitura e já tinha dado revistinha da turma da Mônica, que ela também ama, mas me surpreendeu que ela leu tudo na mesma noite.

Ela está numa daquelas fases mágicas para a formação da pessoa e para os pais. Aprendendo a ler. De vez em quando estamos em um local e a pego lendo alguma coisa na parede ou na mesa. Achei que era a hora certa começar a lhe dar revistas e livros e assim não só acelerar seu processo de alfabetização como cultural. O fantástico mundo da leitura.

Foi assim comigo. Assim que fui alfabetizado comecei a ser estimulado a leitura. Minha mãe gostava da turma da Mônica e começou a me dar revistinhas dela, Cebolinha, Cascão, Chico Bento…A turma que toda criança sonhou um dia participar.

Não era igual a hoje em que com tantas emissoras de tv a cabo e algumas infantis nós somos logo apresentados aos personagens que gostamos. Eu conheci a turma da Mônica através das revistas. A Bia já conhecia dos desenhos da tv a cabo e vendo comigo no youtube. Por isso até me surpreendi com ela rindo e dizendo “O Cebolinha fala errado”. Corrigi dizendo “Não Bia, é elado”.

A turminha criada pelo Mauricio de Souza é o que existe de melhor não só para ajudar em nossa alfabetização como na formação de cultura e caráter. Sim, caráter porque muito do que somos vem daquilo que lemos e absorvemos. Farei com a Bia, e com Gabriel e Lucas quando esses crescerem, o mesmo que minha mãe fazia comigo. Empurrar revistinhas nela. É quase impossível você achar um canalha que tenha sido educado pelo tio Mauricio de Souza.

Começa educando pelo tio Mauricio de Souza e depois continua com o tio Ziraldo. Menino maluquinho é leitura obrigatória para todas as crianças. Uma história simples, singela, recheada de desenhos e inesquecível. Lembro até hoje de quando ganhei na bienal do Rio ainda nos anos 80. O menino maluquinho que apenas era um menino feliz.

E hoje por uma coincidência repito sempre o mantra do comercial do “pense diferente” da Apple  que fala dos loucos. Ziraldo décadas atrás já falava isso.

São muitas as opções para as crianças. Turma da Mônica, Ziraldo, Luluzinha, Bolinha, Recruta Zero, a turma da Disney, não sei se ainda tem, mas no meu tempo ainda tinha a turma do Pererê com o Daniel Azulay.

Não importa a opção, o que importa é que escolha uma. Criança tem que ler para se tornar um adulto esclarecido. Uma pessoa que lê entende mais das coisas, do que ocorre a sua volta, enriquece seu vocabulário e conhecimento. Adquire educação, cultura, as duas que são primas irmãs e somadas fazem cidadania.

Isso.. Cidadania.. Algo tão em falta hoje em dia e tão importante para a sociedade em que vivemos, seja a planetária ou de bairro. Ao abrir um livro e uma revista um mundo se abre para nós.

E esse mundo está se abrindo para minha Biazinha.

Mesmo falando elado.

Twitter – @aloisiovillar

Facebook – Aloisio Villar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Visitas

Facebook