Deprecated: get_the_author_ID está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use get_the_author_meta('ID') em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713

Deprecated: attribute_escape está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use esc_attr() em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713

Deprecated: attribute_escape está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use esc_attr() em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713
Volto ao assunto música, pois quero comentar as minhas últimas aquisições e não tive o menor tempo para tal na última semana.
Comprei os dois últimos lançamentos da diva Maria Bethânia, “Tua” e “Encanteria”.
“Tua” é um álbum de canções de amor. Já “Encanteria” reflete a Fé, em seus mais intrincados e significantes sentidos.
“Tua” é um álbum de canções mais lentas e românticas. “Encanteria” transita desde o samba de roda baiano até similares do samba de enredo carioca, permeando os chamados “pontos de macumba”.
Entretanto, ambos são músicas clássicas e reflexo da plena maturidade da intérprete. Obrigatórios.
Pessoalmente, gostei mais de “Encanteria”. Não por um ser melhor que o outro, mas por ter um estilo de canções que são mais do meu agrado.
Aqui o leitor pode conhecer um pouco dos dois discos e ouvir algumas faixas.
Disponibilizo aqui a letra da faixa-título de “Encanteria”, de autoria do bom e velho Paulo César Pinheiro – autor de clássicos como “Portela na Avenida”, por exemplo. Ritmo delicioso e letra ao estilo dos sambas enredo de antigamente. Biscoito fino.

“Encanteria”

(Paulo César Pinheiro)

Vou queimar a lamparina
Quando o Rei me der sinal
Eu sou da Casa de Mina
Ele é da Casa Real

Eu desci da lua cheia
Pelo raio que alumia
Eu cheguei na sua aldeia
Pra fazer encanteria

Eu vim ver minha maninha
Dona do fundo do mar
Ela canta de noitinha
De manhã torna a cantar

Moço, apaga essa candeia
Deixa tudo aqui no breu
Quero nada que clareia
Quem clareia aqui sou eu

Vou queimar a lamparina
Quando o Rei me der sinal
Eu sou da Casa de Mina
Ele é da Casa Real

Vim depressa como o vento
Mas não sei porque é que eu vim
Foi num canto de lamento
Que alguém chamou por mim

Acho que cheguei mais cedo
Antes de quem me chamou
Mas se me chamou com medo
Vou-me embora, agora eu vou

De qualquer maneira eu deixo
Nessa casa minha luz
Abro ponto e ponto fecho
Deixo o resto com Jesus