Deprecated: get_the_author_ID está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use get_the_author_meta('ID') em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713

Deprecated: attribute_escape está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use esc_attr() em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713

Deprecated: attribute_escape está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use esc_attr() em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713

Desculpem-me os leitores, mas hoje a coluna é para uma pessoa em especial, mas estejam à vontade para lê-la já que é uma carta aberta.

Meu amigo Pedro Migão. Imagino como foi essa semana para você, já que é a pior semana. Não perdi meu pai e, sim, minha mãe, você sabe bem já que até hoje rimos do quase “mico” que você cometeu de me ligar para dar os pêsames antes que eu soubesse do falecimento, mas isso mostra um pouco do que você é, se preocupou comigo assim que soube.

Assim como me preocupei com você assim que soube. Agi diferente, não te liguei nem mandei mensagens diretas porque nem sempre é na hora devida, penso muito que essa hora é a dos familiares, e espero de coração que um tenha ajudado o outro a ultrapassar essa semana.

Outras semanas ruins virão, não vou te enganar, semanas, meses e o tempo vai tratando de amenizar, mas sendo sincero, nunca vai passar. Uma hora ou outra você vai se lembrar, entristecer e perguntar porque, eu doze anos depois, ainda me pergunto algumas vezes, mas na maioria das vezes virá uma doce lembrança.

Ah, meu amigo, isso é o que fica de mais importante. Como te disse, comigo não foi pai, foi minha mãe, e lamento muito porque quando for meu pai nem essa dor que você está sentindo eu sentirei. Talvez sinta a dor do “que pena que não fomos parceiros, amigos, pai e filho talvez”, mas não essa que você sente agora.

Mas se formos parar pra analisar essa dor é boa, sim é esquisito falar isso, mas é boa porque é sinal da importância que seu pai teve na Terra e em sua vida e se você está triste agora, se você chora, sente saudades é porque ele foi um excelente pai e cravou com brilhantismo sua passagem por aqui.

Sentir saudades é bom, meu amigo, porque só sente saudades quem viveu algo e como é importante termos uma boa mãe e um bom pai. Não é escola, tv, amigos, ídolos esportivos que nos educam e moldam nosso caráter e sim pai e mãe.

Você é um vencedor na vida, saiu de uma infância difícil, pobre e se tornou um cara com bom emprego, casa própria e uma família bonita. Seus irmãos pelo que vejo estão bem encaminhados e quais foram as pessoas responsáveis por isso? Seus pais.

Seu pai que curtia carnaval, curtia o Flamengo no estádio e vocês estavam sempre juntos. Tem algo mais bonito do que isso ? Que a cumplicidade entre pai e filho? E vou te contar mais um segredo, isso não acaba com a morte porque você tem a missão de fazer o mesmo com suas filhas.

Seu pai saiu do plano físico e foi para dentro de você, foi incorporado a sua alma e vocês juntos vão fazer de suas meninas grandes mulheres para quando você partir elas terem a mesma saudade e afeto que você tem pelo seu pai.

Sinta a dor, não tenta enganar a dor porque isso é impossível. Chore tudo que tenha que chorar e não segure. Chorar faz bem, é quando a alma lava o corpo e tira todas as impurezas e dor de dentro de nós. Por mais que saibamos que um dia vamos perder parentes e amigos queridos até que um dia seja nossa vez a morte nos abala, entristece e não existe nada mais humano que chorar a partida de alguém.

Uma hora o choro vai diminuir e você verá que não está sozinho, que tem parentes e amigos que te amam, respeitam e se muitas vezes brincam com você é porque gostam de ti, se mutias vezes dão broncas nos seus exageros é pelo seu bem. No dia que ninguém fizer mais isso é que tem que se preocupar, mas isso não ocorrerá porque você é um cara bacana, do bem e quem conheceu seu pai sabe bem o porque.

Fiquei triste de verdade com o ocorrido e queria hoje escrever para você. Você tentou amenizar minha dor e agora tento amenizar a sua apenas para dizer que seu pai cumpriu sua missão de forma digna e você está cumprindo a sua também. Você tem sua religião, é um cara que crê, sabe que tudo tem um motivo, uma razão e era a hora dele como um dia será a nossa.

Um dia, não agora, enquanto isso continue o cara rabugento, depressivo, chato pra cacete em dias de jogos do Flamengo, mas adorável, carismático e amigo dos seus amigos. Com certeza de algum lugar teu pai continuará te aplaudindo e orgulhoso do filho que criou. Não deixe de ir ao estádio ver o nosso Flamengo porque ele estará lá com você.

Aliás, desde que ele faleceu o Flamengo não perdeu. Ganhamos mais uma proteção.

Não vamos nesse texto lamentar a morte e sim celebrar a vida. Pegue sua cerveja preferida, encha o copo e faça um brinde ao seu pai. A dor não é definitiva, o amor é.

Fique com Deus, meu amigo.

Te amo.

Twitter – @aloisiovillar

Facebook – Aloisio Villar

[related_posts limit=”3″]

One Reply to “Carta aberta ao meu amigo”

Comments are closed.