Deprecated: get_the_author_ID está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use get_the_author_meta('ID') em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713

Deprecated: attribute_escape está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use esc_attr() em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713

Deprecated: attribute_escape está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use esc_attr() em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713

Habemus sambas.

No momento em que escrevo essa coluna a quadra da Beija-Flor de Nilópolis está em êxtase comemorando seu Jureme – veja abaixo o clipe da obra de Claudemir, Maurição, Ronaldo Barcellos, Bruno Ribas, Fábio Alemão, Wilson Tatá e Alan Vinicius. Seu grande samba-enredo para o Carnaval 2017.

Finalizadas as escolhas posso dizer que, mais uma vez, o grande CD nacional do ano é produzido pelas escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro. Evidente que sempre teremos choros pessoais em um ou outro samba (choro muito que o samba do André Diniz na Vila não esteja) mas no geral o nível é muito bom.

E esfacela qualquer papinho que fala em “morte do gênero”.

Não tem samba ruim. Podemos até ter “menos bons” como nos casos de Tuiuti e Tijuca, mas ruins não são. Até a Grande Rio tem samba interessante falando de Ivete Sangalo.

O que falar do sambaço da Mocidade depois de um enredo tão bombardeado? Depois de muito tempo a Mocidade cria expectativa positiva no mundo do samba. E esse forte samba da Beija-Flor que cola seu Jureme em nossas mentes como chiclete? Para mim esses dois sambas saem na frente.

Mas não estão sozinho. Portela mantendo o alto nível de seus últimos anos vem com samba emocionante e de letra subjetiva. Vila vem com seu belo samba “David” que derrotou Golias, Ilha e a promessa de um novo Fatumbi. Imperatriz e seu “Sou o filho esquecido do mundo, minha cor é vermelha de dor, o meu canto é bravo, é forte, mas é hino de paz e amor”. Para mim os versos mais bonitos do carnaval.

Esses sambas formam o G6 pra mim, o “grupo da Libertadores”. Mas tem Mangueira com o forte samba de Lequinho, Salgueiro com seu samba sacana, safado no bom sentido, do jeito que o pecado gosta e que não condiz com alguns apoios que a agremiação vem dando. São Clemente e uma tentativa de mudar de estilo.

Os sambas estão aí. Já estão sendo gravados e daqui a pouco conheceremos nas vozes oficias. Mais para frente ensaios técnicos…É amigo…Está começando tudo de novo.

Abram alas para a nossa maior paixão popular.

Para a melhor música do Brasil.

Twitter – @aloisiovillar

Facebook – Aloisio Villar

2 Replies to “Os sambas de 2017”

  1. Para a alegria do meu povo, tá começando tuuuuuuuudo de novo!!

    Meu G-6 que pode mudar de acordo com o CD: Beija-Flor, Mocidade, Ilha, Imperatriz, Vila Isabel e Salgueiro. Z-3: Grande Rio, Tuiuti e Tijuca.

    1. Eu só inverto Mocidade com beija-Flor e ponho a Portela no G-6.

      mas óbvio, depende ainda da gravação oficial.

Comments are closed.