Na última semana, por ocasião da data de 100 dias para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, a Prefeitura do Rio anunciou parte do plano de mobilidade para os dias de evento. Ainda faltam alguns detalhes e detalhes importantes, mas já pode-se ter uma ideia de como serão as condições de deslocamento na cidade durante a Rio 2016.

A apresentação, feita pelo prefeito Eduardo Paes, esclareceu alguns pontos referentes à mobilidade urbana e acesso às instalações olímpicas, mas deixou algumas questões ainda em aberto ou pendentes de confirmação.

O primeiro ponto que deve ser ressaltado será a existência de serviços especiais de BRT de forma a diminuir a pressão sobre o serviço normal. Todos estes serviços terão como ponto de apoio a nova estação Centro Olímpico do serviço, que fica em frente a uma das entradas do Parque Olímpico. Esta estação atenderá tanto a Transcarioca como a nova Transolímpica.

Foram anunciados quatro serviços especiais, mas a jornalista Cris Dissat do “Fim de Jogo” informou que haverá também uma linha especial ligando o Galeão ao Parque Olímpico. Entretanto, acredito que neste caso o que se fará é acrescentar ao serviço direto entre o Galeão e Alvorada uma parada na estação Centro Olímpico ou Rio II.

Parque-Ol+¡mpico_Arenas-Cariocas-credito-Renato-Sette-Camara-Prefeitura-do-Rio-4Um destes novos serviços irá ligar o Parque Olímpico ao Jardim Oceânico, onde haverá a transição para a Linha 4 do Metrô. A apresentação não toca diretamente no assunto, mas matéria do RJ-TV da última quarta feira dá conta que a Linha 4 irá ser utilizada em período de teste apenas pelos detentores de ingressos e quem está a serviço. O intervalo será de oito minutos nesta fase de operação.

Note-se que, como diz a matéria, as estações do Metrô e do BRT do Jardim Oceânico estão interligadas no mesmo lugar, ou seja: quem precisar sair do Parque Olímpico para Copacabana ou Maracanãzinho não terá dispêndio de tempo para trocar de modal. A dúvida é saber se esta alternativa será a mais rápida ou se utilizar o outro serviço especial do BRT até Vicente de Carvalho e pegar o Metrô será mais eficiente. Algo a se testar.

Sobre Metrô, foi anunciado um outro serviço especial de BRT ligando o Parque Olímpico ao Centro da cidade de meia noite às duas da manhã, substituindo o Metrô. Isto gerou dúvidas na população sobre o funcionamento do Metrô após a meia noite, especialmente aos que detém ingressos para o complexo do Maracanã e a arena do vôlei de praia em Copacabana.

20150719_084911Oficialmente nada foi anunciado, mas conversando com pessoa que está trabalhando dentro da estrutura da Prefeitura esta me disse que o Metrô terá funcionamento estendido durante a Rio 2016, apenas o horário é que não está definido. Mas sabendo-se que haverá sessões de vôlei e vôlei de praia acabando após a uma da manhã, não se deve pensar em algo como ao menos duas da manhã como horário máximo de embarque.

Outro aspecto abordado pela apresentação foram as chamadas “linhas olímpicas”, faixas exclusivas para atletas, carros autorizados e autoridades. Diversas vias da cidade terão esta faixa, que limita os outros carros às demais pistas. Também serão maiores as restrições a veículos pesados e de entregas durante o período que compreende os Jogos Olímpicos e Paralímpicos. A ideia, somada às férias escolares obrigatórias, é diminuir o fluxo de pessoas circulando pela cidade durante as competições.

Uma outra informação que apurei é que o shopping Via Parque não será uma opção de estacionamento “pulmão” para aqueles que pretenderem ir ao Parque Olímpico. Segundo minha fonte, as vagas deste shopping serão totalmente reservadas à chamada “família olímpica”, compreendendo aos espectadores apenas algumas vagas restritas no Barra Shopping. É algo que não foi comunicado oficialmente, mas que necessitamos estar em nosso radar.

A Prefeitura também anunciou o chamado “Cartão Olímpico”, que poderá ter validade de um, três ou sete dias e dará acesso a todos os modais de acesso às instalações. Ainda assim, àqueles que forem utilizar a Linha 4 a apresentação do ingresso também será solicitada para acesso ao ramal, além deste cartão.

10365848_584531371665100_3046162752851294085_nAcessoriamente, as catracas estarão liberadas especialmente no metrô após o término de sessões a fim de melhorar o fluxo de pessoas. Pessoalmente, só vejo necessidade disso ao término das sessões no Maracanã e no Maracanãzinho e das sessões de atletismo no Engenhão, haja visto que tanto em Deodoro como no Parque Olímpico as sessões se encerram em horários diferentes e não deve haver um fluxo incontornável em determinados horários.

Confirmaram-se ainda três feriados municipais: 5, 18 e 22 de agosto. Para nós moradores da Ilha do Governador o último feriado será importante para que não fiquemos literalmente ilhados com o tráfego de saída da cidade pelo Galeão após o fim dos jogos. Não houve a princípio decretação de feriado dia 19, onde haverá diversas finais e semifinais importantes, mas calculo que a Prefeitura entendeu que muita gente irá enforcar este dia no super feriadão criado.

Paes disse na ocasião que outros feriados poderão ser decretados de acordo com a necessidade. Notem os leitores que serão feriados parciais, à guisa dos ocorridos durante a Jornada Mundial da Juventude e a Copa do Mundo. Não são válidos para o comércio em geral.

rio2016_100dias_ArenaDoFuturo_016_1501_-c-2016_AndreMotta_HeusiActionA apresentação também traz alguns números interessantes, como, até agora, a divisão das vendas de ingressos pelas regiões de competição:

  1. Barra – 52%
  2. Maracanã – 29%
  3. Deodoro – 12%
  4. Copacabana – 7%

Outro dado é que 47% dos compradores de bilhetes são da cidade do Rio de Janeiro e 53% de fora. Entre estes, a metade irá ficar em hotéis e a outra metade se utilizará de outras formas de hospedagem.

Uma outra estatística interessante é o “número de espectadores mais a força de trabalho da Rio 2016” por dia de competição. O dia 16 de agosto será o de maior movimentação, com esperadas 427 mil pessoas, seguido do dia 17 e do dia 12 de agosto. Os dois primeiros dias são as semifinais do futebol no Maracanã e o terceiro o dia de maior movimento no Parque Olímpico + Riocentro, com pouco mais de 200 mil pessoas esperadas nesta região durante o dia de competições.

20130630_162027Uma curiosidade é que o dia 21, com a Cerimônia de Encerramento e algumas finais importantes de esportes coletivos, será o de menor movimento entre os dias de competição, por conta do pequeno número de disputas de esportes individuais. Outra coisa que me chamou a atenção é que o fluxo previsto no dia da Cerimônia de Abertura, somando a região Barra e o Maracanã, é inferior à capacidade do estádio – 78 mil lugares. Afinal, qual será a capacidade de público neste dia?

Finalizando, o vídeo ao alto do post indica que a região da Praça Mauá e Zona Portuária será transformada em um grande “boulevard olímpico”, com shows, área de informações e a presença da pira olímpica.

Claro que ainda há pontos importantes a serem esclarecidos – os principais deles, a meu ver, o horário de funcionamento do Metrô Linhas 1 e 2 e a possibilidade ou não de se utilizar Via Parque e Barra Shopping como pontos de apoio para o Parque Olímpico e o Riocentro – mas o Plano divulgado já dá uma boa ideia do que ocorrerá na cidade durante a Rio 2016.

Com as informações divulgadas, fica mais fácil montar esquemas de deslocamento dependendo dos locais de ingressos – embora para mim, morador da Ilha do Governador, a confirmação ou não deste serviço direto do Galeão para o Parque Olímpico faça imensa diferença. Também estão fazendo obras na estação Fundão do BRT Transcarioca, não sei se para ampliação do terminal ou para se colocar um estacionamento.

Dúvidas? Só utilizar a área de comentários.

Imagens e Vídeo: Rio Media Center, Brasil2016.gov e Arquivo Ouro de Tolo

P.S. – após o fechamento do post de ontem, o Comitê Rio 2016 liberou no site de ingressos a alternativa de receber os ingressos via eticket, como eu havia alertado em post anterior. De acordo com consulta feita por email ao SAC, será oferecida em breve a todos os compradores que optaram por bilheteria a possibilidade de receber seus bilhetes via eticket. (Atualizado às 13:41)

[related_posts limit=”3″]

57 Replies to “Algumas Linhas sobre a Mobilidade na Rio 2016”

  1. Será que vai ter uma linha do Parque Olímpico até Vicente de Carvalho ou outra estação? Pegar um BRT até Jardim Oceânico pra depois fazer baldeação pra linha 1 ou 2 em General Osório vai ser tenso. Fim de semana então, com a baldeação entre as linhas 1 e 2 sendo feitas pelo Estácio…

    1. Um dos quatro serviços especiais liga o Parque Olímpico à Vicente de Carvalho, já está definido. Semidireto.

      Eu desconfio que no final de semana o Metrô vai funcionar como aos dias de semana, mas temos de esperar maiores detalhes – o plano de funcionamento deste modal ainda não está fechado.

      1. Tô pensando aqui… acho que pra mim vai compensar deixar o carro no Nova América ou Maria da Graça… não tô levando mt fé nessa Linha 4…

        1. Dia em que for só Maracanãzinho eu vou deixar o carro no Nova América. Minha questão são os dois dias que saio do Parque Olímpico pro Maracanãzinho. E tem outra coisa: talvez valha a pena descer do BRT em Madureira e pegar o trem.

          Por outro lado, se a Linha 4 funcionar só pra quem tem ingresso mesmo tende a ser um modal mais tranquilo.

  2. Olá Pedro, tenho utilizado as suas colunas como principal fonte de informação sobre ingressos e mobilidade urbana durante a Olimpíada, tem sido bastante esclarecedor. Porém, uma dúvida que persiste é que comentou-se que a linha 4 do metrô e o BRT para o Parque Olímpico só poderiam ser utilizados por quem comprasse o Cartão Olímpico, e que este custaria a bagatela de R$ 30,00 (!) por dia de competição. Procede isso?

    1. Infelizmente não sei transformar .pdf em .jpg e por isso não pus no artigo, mas procede em parte. O Cartão Olímpico será necessário e terá três opções: 1 dia (R$25), 3 dias (R$70) e 7 dias (R$160). Originalmente o transporte seria gratuito aos detentores de ingressos, como foi na Copa, mas o Comitê e o Governo do Estado abandonaram esta ideia.

      1. Obrigado Pedro. É, vou ter que gastar mais um pouco. Ainda bem que só terei de ir a Barra em três dias dos jogos. Felizmente para o Maracanãzinho e o Engenhão têm metrô e trem, assim como Copacabana. Acho que ainda não anunciaram como adquirir o Cartão Olímpico, certo? Espero que tenham várias opções espalhadas pela cidade.

        1. Pelo que entendi este Cartão Olímpico será obrigatório para acessar as estações de todos os modais nos locais de competição. Ele será vendido pela internet com entrega residencial a partir de junho.

          1. Ou seja, pode-se ir normalmente da Pavuna, ou Copacabana, Tijuca, de metrô até o Maracanã, mas na volta, só poderá utilizar a estação Maracanã quem estiver com o Cartão Olímpico? Se for isso mesmo, seria um absurdo, afinal, e têm os moradores…

          2. Pelo que entendi foi isso. Mas é aquilo: as catracas estarão liberadas, pode-se tentar a sorte rs

          3. O que me parece certo é que nos serviços especiais de BRT e na Linha 4 só com este cartão mesmo. Se serve de consolo, lá em casa serão 4 destes rs

          4. Só pode ser sacanagem ter que pagar 25 reais por dia por pessoa pra conseguir chegar até a Barra, sendo que só vão divulgar isso depois que a galera já estiver com os ingressos comprados.
            Tinha entendido que esse cartão poderia ser usado durante todos os dias. Essa me quebrou…

  3. Fala Pedro, beleza? Tenho acompanhado seus posts com muita atenção, muito bem escritos e instrutivos! Eu serei um dos “visitantes” durante o período dos Jogos. Conheço muito pouco do Rio. Ficarei vários dias e tenho eventos em todas as regiões, exceto Deodoro. Para complicar um pouco a logística, ficarei hospedado na casa de amigos em Niterói. Estarei de carro. Qual você acha que seria a melhor logística para mim? Deixar o carro em Niterói e atravessar de barca? Ir ao Rio de carro e deixar próximo de algum local com transporte para os locais de evento? Qualquer sugestão seria muito bem vinda! Obrigado!

    1. Rogério, acho que irá depender muito de onde forem seus ingressos e se haverá ou não deslocamento entre um parque e outro no mesmo dia. Pessoalmente estou achando a integração das barcas com o sistema via VLT bastante lenta e complicada.

      O ideal talvez seja vir de carro até um lugar que haja um estacionamento próximo a um dos modais e daí acessar o transporte público para os locais de evento. Aliás, é um problema que eu também tenho, pois de onde moro o ponto mais próximo é a estação de BRT do Galeão, a uns 6km – obviamente, não dá para ir andando.

      Pessoalmente acredito que, embora não vá se poder chegar de carro a nenhum dos locais de competição, alguns estacionamentos deste tipo serão indicados como “alimentadores” dos modais de transporte público. Mas só saberemos mais perto.

      P.S. – Só peço a gentileza aos amigos que gostaram que, se puderem, divulguem o post e o artigo.

  4. Ah, um detalhe: quem optar por usar carro para fazer parte do deslocamento é recomendado sair de casa com bastante antecedência.

    1. Migão,
      E para sair do complexo olímpico da Barra e ir ao Santos Dumont, qual será a melhor maneira na sua opinião?
      Obrigado.

      1. Se você não tiver mala, BRT até o Jardim Oceânico, Metrô Linha 4 e depois Linha 1 e desça na Cinelândia. É uma caminhada boa e não muito “tranquila”, mas consegue táxi ali com facilidade – é uma corrida bem curta.

        1. Se você tiver o cartão olímpico para o trasporte, caso não queira caminhar da Cinelândia para o Santos Dumont, pode pegar o VLT que passará em frente e terá ponto final no Santos Dumont

  5. Mais um bom trabalho. Eu estou BASTANTE preocupado com isso, pois tenho sessões em locais diferentes em alguns dias; e ainda nem sei onde estarei hospedado, rsrs.

    Já prevejo correria.

    Agora, a maior dúvida para mim é justamente esta questão do CARTÃO. Mesmo que eu me vire para chegar perto de um BRT, por exemplo, serei obrigado a pagar R$ 25,00 para utiliza-lo?!?! E o metrô? Ficou confuso (não por sua culpa, mas dos organizadores).

    1. O Metrô ainda não divulgou seu esquema de funcionamento, então temos de esperar. A única certeza é que a Linha 4 vai funcionar só até meia noite.

      Sobre o Cartão, foi o que eu entendi, mas está confuso mesmo. Outra dúvida é se o Norte Shopping servirá de alimentador pro Engenhão.

  6. Hola Pedro,te sigo desde Argentina, muy buenos tus aportes.
    EL TRANSPORTE ES GRATUITO PARA LOS QUE TENEMOS TICKET??? eso promocionaban por las redes y por la web oficial.
    Muchas Gracias

    1. A principio não teremos transporte gratuito, apenas este cartão. Mas é algo que não foi divulgado ainda de forma definitiva.

      E obrigado.

  7. Oi Pedro. VOce falou precissa cuatro cartão olimpico pra sua familia. Mas, voce sabe se dos pessoas que sempre vao a estar juntas vao poder usar um so cartao. Desde Bogota.

  8. Uma informação que eu não sabia: os motorhomes trazidos por argentinos e chilenos, por exemplo, irão ficar em Niterói, próximo à Estação das Barcas.

  9. Bom dia pessoal, tenho uma dúvida. Sou de SP e estarei no Rio entre os dias 8 de agosto até 21, tenho entradas para varias modalidades e em todos os locais olímpicos.
    Minha dúvida é se terão transportes exclusivamente ligando os locais de competicão, tem dias que irei ficar o dia todo noparque oilimpico e outros dias que estarei na Barra, Copacabana e Engenhão.
    E outra dúvida, no dia 9 tenho ingressos para 4 modalidades na Barra e terá um buraco no horario entre um a delas de 3 horas e estou pensando em ir até o Rio Centro para ver alguma modadidade, vai ter transporte direto? Da para ir a pé? enfim se puderem me ajudar agradeço.
    Desde já obrigado.
    Eduardo

    1. Eduardo, do Parque Olímpico para o Riocentro são uns 2km e, se não me engano, duas estações de BRT. Acho que dá tempo, mas bastante apertado.

      Sobre os transportes diretos, até onde sei só um serviço especial direto entre o Parque Olímpico e Deodoro. Para os demais locais de competição, algum tipo de conexão se fará necessária.

  10. Buenas noches Migao! Excelentes publicaciones todos las referidas a los Juegos Olímpicos. Soy de Argentina y para los que no somos de Brasil es de enorne ayuda.
    Tengo dos preguntas; la primera es si adquiriendo el cartao olímpico por 1-3-7 días los viajes son ilimitados en ese periodo de tiempo o es un saldo que va descontándose a medida de su uso.
    Y la otra pregunta, como yo me alojó en Copacabana y para llegar al parque olímpico la mejor opción creo que es Linha 1, Linha 4 .. y en la estación Jardim Oceánico habrá BRT o colectivos directos al parque olímpico?
    Gracias.
    Saludos.

    1. Bom dia, Martin

      Respondendo:

      1) Não há limite de utilização, apenas na validade dos dias. Dentro desta validade poderá ser utilizado quantas vezes for necessário;
      2) Haverá uma linha semi direta de BRT entre a estação Jardim Oceânico do Metrô e o Parque Olímpico

  11. Pedro, quanto tempo vc acha que levará de Deodoro para a Barra?!?

    Tenho ingresso do basquete feminino até as 19h30 e depois natação ou basquete masculino às 22h na Barra.

      1. Vai dar tempo, mas sem folgas.

        Vi q o BRT não chegará até Deodoro, parando numa estação antes. Como será este último trecho até Deodoro?

  12. Muito bom o texto, ajudou bastante!

    Mas uma dúvida, pra ir do Parque Olímpico pro Engenhao, qual o trajeto e tempo?

    No dia 14 tenho final do tênis e do atletismo. São só 15 min de intervalo, sei que sairei antes de acabar o tênis, mas não dava pra dispensar nenhum deles…

    1. Fernando, também tenho essa duvida sobre como ir do Parque Olimpico ate o Engenhão.
      Agora uma dúvida sobre a programação do dia 14 no tênis. Vc sabe se a final masculina será o primeiro jogo? Eu tb adquiri a final do atletismo dia 14, e penso em comprar a final do tenis do dia 14, mas receio que se a final masculina for o ultimo jogo, teria que sair no meio do jogo, já q o horário de termino dessa sessão está previsto para 20h.

        1. Sim, mas os 3 jogos dessa sessão que começa ao meio dia são finais: a final masc, e 2 finais de duplas.

  13. Olá Pedro,

    Qual a estimativa de tempo para o deslocamento entre Centro Olímpico e Maracanã?

    Obrigado.

  14. Boa noite, muito útil seu site, muitas informações importantes! Alguém sabe com ir do barra shopping para o parque olímpico?? Qual melhor forma durante as olimpíadas??

  15. Amigo, via BRT, a estação Rio 2 é a mais perto do Parque Olimpico para ir até Madureira? (para depois pegar trem e ir ao Maracana ou Engenhao).

  16. Alguém sabe me dizer se a estação do Engenho de Dentro tem elevador ou escada rolante? Pois minha mãe tem dificuldades para andar e o meio mais próximo de chegar é o trem.

Comments are closed.