Deprecated: get_the_author_ID está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use get_the_author_meta('ID') em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713

Deprecated: attribute_escape está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use esc_attr() em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713

Deprecated: attribute_escape está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use esc_attr() em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713

O Minas Tênis Clube é uma equipe muito tradicional do voleibol brasileiro, participando de todas as edições da Superliga.

Para essa temporada, o time manteve jogadoras importantes do time, como as centrais Carol Gattaz e Mara, a oposta/ ponteira Rosamaria, a jovem levantadora Naiane e a líbero da seleção brasileira Léia. Rosamaria e Naiane são jovens revelações do voleibol brasileiro, tendo sido campeãs do mundial Sub-23 pela seleção, em 2015.

Destacam-se as contratações da oposta da seleção norte-americana Hooker, da ponteira bicampeã olímpica Jaqueline (ex–SESI SP) e da ponteira Pri Daroit (ex–Dentil/Praia Clube), também com passagens pela seleção feminina.

Hooker e Jaque não participaram da pré-temporada pelo clube, e, por isso, irão ajudar mais o clube a partir do returno da Superliga. Hooker estreou contra o Fluminense (8° rodada), e Jaqueline tem previsão de estrear em janeiro. As duas jogadoras são muito experientes, e essa é a chave para o time evoluir no returno. Ao fim desse primeiro turno, o time minastenista ocupa apenas a sexta posição no campeonato, 7 pontos atrás do Praia Clube, quinto colocado.

Nessas 11 rodadas, o Camponesa/ Minas teve 6 vitórias e 5 derrotas, oscilando muito em seus jogos. O time sofreu uma derrota inexplicável para o Pinheiros e enfrentou tie-breaks contra o Rio do Sul e o Fluminense.

Entretanto, apesar de ter perdido para as principais equipes do campeonato, Rexona –SESC, Vôlei Nestlé, Terracap/Brasília e Genter Bauru, a equipe mineira teve grande atuação na vitória contra o Dentil/Praia Clube. As contratações tardias podem ter impactado nesse resultado do time.

A regularidade do time passa pela líbero Léia, sempre segura nas defesas, e pela ponteira Rosamaria, o grande destaque do time e a segunda maior pontuadora da Superliga nesse primeiro turno, com 199 pontos – dois a menos que a oposta Lorenne, do SESI-SP, também campeã do Mundial Sub-23 no ano passado, na Turquia.

A entrada da Jaque será fundamental para melhorar o passe, que vem sendo a principal dificuldade do time. Com passe na mão, a levantadora Naiane poderá mostrar todo o seu talento e distribuir melhor o jogo, desafogando um pouco as jogadas, que atualmente estão muito concentradas nas pontas, com a Rosamaria.

O time do Minas ainda é jovem e possui muitos talentos individuais, e espera-se que a chegada das duas novas contratações faça o time deslanchar no campeonato.

A equipe do Ouro de Tolo entrevistou as jogadoras Naiane Rios e Léia Henrique, após a partida contra o Fluminense, pela 8° rodada da Superliga, no Rio de Janeiro. Nesse jogo, realizado no dia 8 de dezembro, a equipe minastenista ganhou do Fluminense no tie-break, com parciais de 20-25, 25-18, 25-20, 22-25 e 15-12.

O time chegou a estar vencendo o quarto set por mais de 5 pontos de diferença, porém o fator torcida fez com que o Fluminense conseguisse levar o jogo para o tie-break, no qual o time do Camponesa/Minas recobrou o lado emocional e fez valer sua superioridade para fechar o jogo. Destaca-se também a grande simpatia das jogadoras, que foram muito atenciosas com os fãs cariocas após o jogo.

Naiane falou um pouco das suas expectativas quanto ao próximo ciclo olímpico. A levantadora chegou a estar na lista da convocação para a Rio 2016, mas foi cortada da lista final das Olímpiadas, o que já era esperado, devido à maior experiência da Fabíola.

A jovem levantadora falou que pretende estar em Tóquio e pra isso terá um trabalho duro pela frente, e irá se empenhar ao máximo no seu time para alcançar a vaga na seleção. A posição de levantadora é a mais crítica atualmente, e a levantadora paraense é o principal nome da nova geração.

Por ser a responsável pela distribuição do jogo do Minas, Naiane também comentou sobre a chegada da Hooker e da Jaque ao time. A Hooker ficou sem jogar durante um bom tempo, estreando no jogo contra o Fluminense (dia da entrevista), e a sua bagagem, assim como da Jaque, irá auxiliar muito o time. A Jaque faz um ótimo fundo de quadra e a Hooker é muito boa nas viradas de bola.

Questionada sobre o entrosamento com essas jogadoras, ela falou que isso é um detalhe e que será acertado com o tempo, pois a Jaque é uma jogadora que volta muito bem às quadras e que já jogou com ela na temporada de 2014/2015 pelo Minas. A Hooker tem conversado muito com ela, e apesar de nunca terem jogado juntas, com o treinamento, espera que o entrosamento entre as duas aconteça o quanto antes.

A líbero Léia comentou sobre a sua participação na Rio 2016, vaga que foi alcançada devido ao seu excelente desempenho no último Grand Prix, quando desbancou a titular da equipe, Camila Brait. Ela destacou que foi uma experiência única, onde ela pôde aprender muito, apesar de infelizmente a seleção não ter alcançado o resultado que ela e a equipe gostariam. Ela tira tudo o que passou nas Olimpíadas como um aprendizado.

Ao ser questionada sobre sua participação num novo ciclo olímpico, Léia falou que seu foco agora é o seu time, e seu objetivo é continuar treinando e buscar fazer sempre bons jogos pelo Minas. A líbero foi a melhor jogadora em quadra, tendo sido premiada com o Viva Vôlei. Ela destacou nessa partida o jogo coletivo da equipe, e que, apesar dos inúmeros erros do time, o importante foi o Camponesa/ Minas ter saído com a vitória.

Abaixo, o vídeo com a entrevista.

Imagens: Assessoria de Imprensa

[related_posts limit=”3″]

22 Replies to “O Minas tem Talento para Engrenar na Superliga”

  1. Vanessa, mais um texto 10!torna a nossa leitura rápida e dinâmica…É isso mesmo,o Minas está com um elenco bem passível de chegar até à final e com a Hooker entrosada com a Nayane não vai ter pra ningu… O meu Rexona que se cuide. .rs

  2. Mais uma ótima reportagem, que nos permite acompanhar ainda mais de perto a movimentação das equipes.
    Parabéns Vanessa.

  3. Primeiro dar parabéns a Vanessa , pelas belas matérias que vem publicando e nos dando informações das atletas de voleibol. Nós dando a por túnica de ficar informadinformada de tudo sobre nossas atletas e de tudo sobre voleibol e temporada da superliga 2016/2017.

  4. Vanessa como sempre nos dando a honra de ler e reler uma bela matéria,realmente Minas vem forte pro 2°turno e eu fico muito feliz pois ter uma superliga equilibrada e bem disputada é o que queremos ver. Parabéns pela matéria e que venha mais entrevistas maravilhosas,você sempre manda bem.

  5. Parabéns!! Mostrando cada vez mais, comentários inteligentes, de quem entende muito de vôlei.continue assim, trazendo toda semana informações preciosas, pra quem curte esse esporte.

  6. Ah, parça! Como sempre, a cada dia mais, você vem se destacando em cada matéria que você faz… E quem fica feliz, somos nós. Continue nessa caminhada!!!

Comments are closed.