Deprecated: get_the_author_ID está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use get_the_author_meta('ID') em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713

Deprecated: attribute_escape está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use esc_attr() em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713

Deprecated: attribute_escape está obsoleto desde a versão 2.8.0! Use esc_attr() em seu lugar. in /home/pedromig/public_html/ourodetolo/wp-includes/functions.php on line 4713

Nesta sexta-feira, a coluna Sabinadas, do jornalista esportivo Fred Sabino, comenta a tragédia nas obras de construção da Arena Corinthians. Dois operários morreram e há indícios de que houve negligência à segurança do trabalho.

A tragédia na Arena Corinthians

Lamentavelmente, o que se temia com o atraso – e a posterior pressa – nas obras dos estádios para a Copa do Mundo do ano que vem é uma triste realidade: um acidente na construção da Arena Corinthians, em Itaquera, Zona Leste de São Paulo, resultou em mais duas mortes que se somam a dois óbitos em outras construções.

Num momento triste como esse, além de orar pelos dois operários que tiveram suas vidas ceifadas, fica a torcida para que as responsabilidades sejam apuradas com a maior precisão possível, e que os culpados pela tragédia sejam punidos exemplarmente.

Achar e punir os responsáveis não é simplesmente uma caça às bruxas, mas um recado à sociedade para que a negligência seja definitivamente banida da construção civil brasileira – e não me refiro apenas à construção de estádios.

Para quem não se lembra, há 15 anos o Palace 2 desabou porque foi comprovada a negligência na construção do prédio – até areia de praia foi usada no erguimento do edifício. Proprietário da construtora Sersan, o então deputado Sérgio Naya acabou condenado.

Em 2007, a Vila do Pan surgiu com a promessa de ser usado como moradia depois que as delegações participassem dos Jogos. E inacreditavelmente havia problemas graves no terreno em que foram levantados os prédios… Mais negligência, claro.

Recentemente o Estádio Olímpico João Havelange, a mais importante construção do Pan-2007, foi fechada porque houve um erro no cálculo em relação ao que a armação do teto poderia suportar de ventos. Além disso, houve episódios como queda de azulejos. Por sorte ninguém morreu.

Conforme os estádios da Copa foram construídos Brasil afora, o temor de novas tragédias voltou. Infelizmente, não apenas o temor. Em Brasília, um operário morreu após cair de uma altura de trinta metros. E em Manaus, outro trabalhador pereceu depois de uma queda de cinco metros.

Este ano, em uma outra construção de estádio, mas não da Copa do Mundo, um operário morreu na obra da nova arena que o Palmeiras vai utilizar a partir da próxima temporada.

E no caso da Arena Corinthians, de quem é a culpa? Não sou engenheiro e evidentemente não posso emitir nenhuma opinião técnica a respeito. Mas, a priori, neste caso me parece injusto imputar a responsabilidade ao Corinthians. Afinal, não é o clube quem levanta estádio…

Por isso, é preciso investigar a fundo o trabalho realizado pela construtora Odebrecht, responsável pela Arena Corinthians, para saber se houve irregularidades e/ou negligência.

Segundo reportagem de Marcus Alves, da ESPN Brasil, o Corpo de Bombeiros de São Paulo teria detectado 50 irregularidades e dado à construtora até o dia 29 de outubro para consertá-las.

Isso é verdade? A Odebrecht foi realmente notificada? Se foi, esta conseguiu corrigir os problemas? Fato é que mais dois humildes operários, que buscavam o ganha-pão e lutavam diariamente pelas suas famílias pereceram.

Torço para que mais essa tragédia sirva de alerta, porque o tempo está acabando e há outros estádios ainda sendo erguidos. Não só estádios, como aeroportos, acessos de mobilidade urbana…

[N.do.E.: trabalhei três anos na área de segurança de trabalho e em obras feitas às carreiras como esta da Copa não é incomum acidentes ocorrerem por se negligenciar aspectos referentes ao tema. Um dos mortos na tragédia estava descansando em seu caminhão, o que já é um desrespeito às normas regulamentadoras sobre o tema do Ministério do Trabalho.

Infelizmente, demorou até demais para um acidente desta monta na preparação para a Copa do Mundo.]